Direito animal prova do laço

Prezado responsável

Tentei postar um comentário sobre a matéria publicada em 20 de março de 2012 sobre o programa BBB e a participação do veterinário Rafael Cordeiro. Meu comentário, embora elucidativo quanto á matéria, não foi publicado. Sou ardente defensora do direito dos animais, tive uma cadelinha muito amada adotada de uma sociedade protetora já adulta e que me proporcionou lindos cinco anos de amor e fidelidade e a eterna saudade de have-la perdido devido a uma pancreatite aguda. Meu filho, educado no amor e respeito aos animais, hoje adulto e já casado adotou tres gatos e tres cadelas, todos sem raça definida. Tenho quatro cadelas atualmente, sendo que duas também foram adotadas. Compro ração para elas, bem como o meu filho o faz e estas rações logicamente são compostas de carnes animais, já que definitivamente cães e gatos não são animais vegetarianos.
Exerci a medicina durante 13 anos, sendo que oito destes anos o fiz no interior, em uma cidade mineira de cultura café e leite e de apenas quatro mil habitantes. Exerci também seis meses na região baiana do além São Francisco durante o ano de 1980. Tenho 60 anos.
Falo como pessoa que conhece de forma bem integrada a vida no interior de nosso país onde é marcante a cultura agropecuária.
Na década de 1990, por razões de trabalho, estive quatro vezes por mais de 20 dias cada vez justamente na região de fronteira onde nasceu e vive o veterinário Rafael Cordeiro. É um interior muito mais voltado a agropecuária de corte do que a minha longa experiencia no interior de MG. Devo dizer também que é uma área muito mais perigosa por ser infinitamente mais carente do poder do Estado.
Tendo feito a minha apresentação, vamos ao que interessa;
1 – Primeiramente há que se esclarecer o que vem a ser a polemica prova do laço comprido http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiro_de_la%C3%A7o
2 – o porque do surgimento da ‘famosa prova do laço’ http://www.dsconto.com/laco-em-bezerro-aprenda-e-conheca-tudo-sobre-este-esporte/
3 – existe REGULAMENTAÇÃO FEDERAL vide LEI N.º 10.519, DE 17 DE JULHO DE 2002

A lei supra citada é bastante explícita e para poupar tempo a reproduzo aqui
LEI N.º 10.519, DE 17 DE JULHO DE 2002

Dispõe sobre a promoção e a fiscalização da defesa sanitária animal quando da realização de rodeio e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º A realização de rodeios de animais obedecerá às normas gerais contidas nesta Lei.

Parágrafo único. Consideram-se rodeios de animais as atividades de montaria ou de cronometragem e as provas de laço, nas quais são avaliados a habilidade do atleta em dominar o animal com perícia e o desempenho do próprio animal.

Art. 2º Aplicam-se aos rodeios as disposições gerais relativas à defesa sanitária animal, incluindo-se os atestados de vacinação contra a febre aftosa e de controle da anemia infecciosa eqüina.

Art. 3º Caberá à entidade promotora do rodeio, a suas expensas, prover:

I – infra-estrutura completa para atendimento médico, com ambulância de plantão e equipe de primeiros socorros, com presença obrigatória de clínico-geral;

II – médico veterinário habilitado, responsável pela garantia da boa condição física e sanitária dos animais e pelo cumprimento das normas disciplinadoras, impedindo maus tratos e injúrias de qualquer ordem; [grifo nosso]

III – transporte dos animais em veículos apropriados e instalação de infra-estrutura que garanta a integridade física deles durante sua chegada, acomodação e alimentação;

IV – arena das competições e bretes cercados com material resistente e com piso de areia ou outro material acolchoador, próprio para o amortecimento do impacto de eventual queda do peão de boiadeiro ou do animal montado. [grifo nosso]

Art. 4º Os apetrechos técnicos utilizados nas montarias, bem como as características do arreamento, não poderão causar injúrias ou ferimentos aos animais e devem obedecer às normas estabelecidas pela entidade representativa do rodeio, seguindo as regras internacionalmente aceitas. [grifo nosso]

§ 1º As cintas, cilhas e as barrigueiras deverão ser confeccionadas em lã natural com dimensões adequadas para garantir o conforto dos animais.

§ 2º Fica expressamente proibido o uso de esporas com rosetas pontiagudas ou qualquer outro instrumento que cause ferimentos nos animais, incluindo aparelhos que provoquem choques elétricos.

§ 3º As cordas utilizadas nas provas de laço deverão dispor de redutor de impacto para o animal. [grifos nossos]

Art. 5º A entidade promotora do rodeio deverá comunicar a realização das provas ao órgão estadual competente, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, comprovando estar apta a promover o rodeio segundo as normas legais e indicando o médico veterinário responsável.

Art. 6º Os organizadores do rodeio ficam obrigados a contratar seguro pessoal de vida e invalidez permanente ou temporária, em favor dos profissionais do rodeio, que incluem os peões de boiadeiro, os “madrinheiros”, os “salva-vidas”, os domadores, os porteiros, os juízes e os locutores.

Art. 7º No caso de infração do disposto nesta Lei, sem prejuízo da pena de multa de até R$ 5.320,00 (cinco mil, trezentos e vinte reais) e de outras penalidades previstas em legislações específicas, o órgão estadual competente poderá aplicar as seguintes sanções:
I – advertência por escrito;
II – suspensão temporária do rodeio; e
III – suspensão definitiva do rodeio.

Art. 8º Esta Lei entra em vigor 60 (sessenta) dias após sua publicação.

Brasília, 17 de julho de 2002;
181º da Independência e 114º da República.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
Marcus Vinicius Pratini de Moraes
José Carlos Carvalho

4 – Também deve ser lida atentamente a matéria postada sobre acidentes em estrada provocado por animais em http://www.intelog.net/site/default.asp?TroncoID=907492&SecaoID=508074&SubsecaoID=948063&Template=../artigosnoticias/user_exibir.asp&ID=705230&Titulo=Para%20evitar%20acidentes%2C%20pe%F5es%20ensinam%20inspetores%20de%20rodovia%20a%20la%E7ar%20animais

Assim exposto e comprovado há que se rever a posição extremamente infeliz do relator da matéria publicada no dia 20 de março de 2012, claramente demonstrando seu total desconhecimento sobre a origem, prática rural cotidiana, legislação e utilidade do tão mal comentado e exposto assunto quanto a prova do laço comprido.

Em um site que se propõe a defender os direitos animais tal matéria é de causar completa perplexidade por ser eivada de erros e radicalismo e contrasenso. O site defende também a adoção de animais tais como cães e gatos que são, tal como grande parte dos humanos, carnívoros. Ao condenar radicalmente a ingesta de carne e consequentemente todas as práticas necessárias á pecuária estamos implicitamente exigindo que nossos cães e gatos tornem-se o que por uma impossibilidade natural não podem se-lo; vegetarianos.

Diante de todo o exposto, peço que seja revista a matéria publicada ou que ao menos seja-me concedido o direito de resposta. A propósito, também tenho um blog sobre assuntos gerais com um mínimo de 120 visitas/dia e nele estou imediamente postando este e-mail com o link para seu site . Desculpe-me algumas faltas de acentos. Teclado está ruim.

Atenciosamente,

Lydia Ribeiro

Anúncios
Published in: on março 22, 2012 at 12:27 pm  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://conspireassim.wordpress.com/2012/03/22/direito-animal-prova-do-laco/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Parabéns, esclareceu da forma correta e justa! A maioria, o que querem, e denegrir a imagem do Fael, um veterinário, que já deu várias vezes, prova de amor aos animais.

  2. Aquele governador filho da p….deveria ler isso


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: